Núcleo de Preservação da Memória PolíticaNúcleo de Preservação da Memória Política

Site do grupo | contato@nucleomemoria.org | nucleomemoria

Criado em 2009 por ex-presos políticos, o Núcleo de Preservação da Memória Política atua para a promoção de políticas públicas nas questões referentes à Memória Política, à defesa dos Direitos Humanos e em ações educativas nessas áreas adotando o lema “Conhecer o passado. Entender o presente. Construir o futuro.”

A organização nasceu como um grupo de trabalho do Fórum Permanente de Ex-Presos e Perseguidos Políticos de São Paulo, entidade fundada em 2001 para defender os interesses dos ex-prisioneiros políticos e perseguidos na ditadura civil-militar no Brasil de 1964-1985.

Em aliança com mais de 30 entidades similares no Brasil e outros países da América Latina, promove a conscientização dos organismos públicos e privados para transformar em memoriais de referência os lugares onde ocorreram violações dos direitos humanos, especialmente nos Anos de Chumbo constituídos pelo ciclo de ditaduras na região a partir de 1964.

Em 2009, o Núcleo Memória tornou-se o primeiro membro institucional brasileiro da Coalizão Internacional de Sítios de Consciência, que tem em sua articulação regional, a Rede Latino-Americana de Lugares de Consciência, um grupo que tem se caracterizado pelo esforço conjunto de investigação do autoritarismo nas Américas hispânica e portuguesa e pela promoção de atividades regulares com vistas a dar visibilidade à luta pela Memória, Verdade e Justiça.

Em 2013, foi cedido à OAB-SP o antigo prédio da Auditoria Militar de São Paulo. Em parceria com o Núcleo, o local será transformado no Memorial da Luta pela Justiça. Saiba mais.

Em 2014, em parceria com diversas outras entidades, o Núcleo trabalhou pelo tombamento do prédio onde funcionava o DOI Codi, como patrimônio histórico e local de memória da época de repressão ditatorial. Saiba mais.